10 dicas para viajar sozinho

10 dicas para viajar
6 minutos para ler

Viajar sozinho tem seus prós e seus contras, porém vale muito a pena fazê-lo pelo menos uma vez na vida. É uma experiência única que permite você se autoconhecer e amadurecer. Por isso, se está pensando viajar sozinho aqui vai o nosso empurrãozinho.

Quando você viaja sozinho, faz o que quer, no momento em que tiver vontade. Isso dá uma ótima sensação de liberdade e de independência, e incluso é uma ótima oportunidade para fazer novos amigos.

Por outro lado, ao viajar sozinho você não tem ninguém para compartilhar os bons momentos, nem aqueles mais difíceis, e também não tem ninguém para rachar os gastos. 

Entretanto, a experiência vale muito a pena e após a primeira vez que viajar sozinho poderá decidir se quer virar adepto da modalidade ou não.

Se você ainda não viajou sozinho ou precisa de algumas dicas para suas próximas aventuras independentes, leia este artigo até o final e se prepare para fazer a viagem dos seus sonhos com você mesmo. Vai adorar da sua companhia!

1. Faça um planejamento de viagem

Quando você viaja sozinho um planejamento de viagem é fundamental, já que no seu destino, não terá ninguém para lhe ajudar a improvisar.

Escolha um destino tranquilo, que tenha como caraterística receber outros visitantes que como você, estejam viajando sem companhia.

No nordeste brasileiro, há muitos destinos propícios para  este tipo de viagem, um deles é Morro de São Paulo e suas incontáveis atrações.

2. Escolha a sua hospedagem

Faça uma pesquisa prévia dos bairros mais seguros para se hospedar e a distância dos lugares que você quer conhecer. Depois disso, veja se prefere um hotel, um albergue, um apartamento ou quarto dentro de uma casa. 

Escolha a melhor opção dentro do seu orçamento e dos seus gostos pessoais, mas lembre-se, se você quer fazer amigos uma ótima alternativa é ficar em um albergue. Além de que a maioria dos viajantes hospedados em hostels também estão viajando sozinhos, muitos procuram outras pessoas com as mesmas caraterísticas para fazer amizade.

Contudo, é importante que você fique de olho na segurança que o lugar oferece e se informe sobre as referências da hospedagem antes de fazer a sua reserva. Hoje, todas essas informações, você consegue facilmente pela Internet. 

3. Leve um cartão de crédito de reserva

Quando viajamos sozinhos não tem ninguém para compartilhar as despesas nem para nos emprestar um dinheiro em uma situação imprevista, portanto, leve um cartão de reserva só para emergências

Se você sair do Brasil, lembre-se de ligar para a administradora do seu cartão com antecedência para autorizar as transações fora do país, durante o período em que você estiver viajando.

O mesmo acontece para os saques da sua conta que você fizer fora do Brasil, você pode tirar dinheiro dos caixas eletrônicos diretamente da sua conta, mediante o pagamento de uma taxa local, porém precisará habilitar essa função junto ao seu banco antes da sua viagem.

4. Não leve muita bagagem

Você será o único ou a única responsável pela sua bagagem durante a viagem. Isso vale tanto para carregá-la como para mantê-la em segurança.

É muito mais fácil ter controle de só uma mala do que várias, mesmo que pequenas. Portanto, leve só o necessário e deixe um espaço por se quiser comprar alguma coisa.

5. Deixe salva na nuvem uma cópia dos seus documentos pessoais

Quando você viaja sozinho precisa ter maiores esquemas de segurança do que quando viaja acompanhado, já que em um imprevisto você contará só com você mesmo.

Em caso de uma emergência é bom contar com cópia dos seus documentos em algum local que possa ser acessado desde qualquer lugar. Pode guardá-los em um arquivo na nuvem ou até incluso no seu e-mail. Assim, você poderá acessá-los sempre que precisar.

6. Converse com locais

Os locais podem dar excelentes informações sobre atrações ou simplesmente um bom lugar para comer e desfrutar dos costumes típicos do destino que visita. Entretanto, faça isso com precaução.

7: Faça longas caminhadas

Caminhando você pode conhecer muito de um destino e sentir mais de perto a cultura local. Mas antes de sair andando por aí, verifique a segurança da região na sua hospedagem. Questione também até que horas é seguro andar na rua, assim, você pode conhecer seu destino em total segurança.

8: Peça orientações na sua hospedagem

Não importa se é um hotel ou um hostel, o pessoal que trabalha na hospedagem está acostumado a receber visitantes de todos os lugares e conseguem orientar muito bem sobre os melhores pontos que há nos arredores, de acordo com o que você quer conhecer.

9: Faça amigos

Se você for uma pessoa tímida, isso será mais difícil, mas não é impossível. Um hostel é o lugar propicio para isso, quem está aí, tem os mesmos interesses que você, então puxar um papo não é difícil nessas circunstâncias.

Combine de fazer alguma atividade em turma, isso fomentará o diálogo e poderá contar com um grupo para alguns passeios da sua viagem.

10. Deixe uma cópia do seu roteiro com alguém da sua confiança

A segurança deve ser uma das prioridades de quem viajar sozinho. Desde a escolha da hospedagem até os passeios no seu dia a dia. Por isso, deixe uma cópia do seu roteiro com alguém da sua confiança, incluindo o endereço da sua hospedagem e mantenha ele informado dos seus passos ou de alguma mudança no roteiro.

Hoje, com a tecnologia, é muito fácil fazer isso. Por isso, aproveite esse recurso e desfrute da sua viagem.

Viajar sozinho é uma experiência maravilhosa que permite que você se conheça melhor e retorne com maior autoconfiança. Não tenha dúvidas que você voltará renovado e satisfeito após sua primeira viagem sozinho. Se tomar as precauções devidas, não terá nenhum problema e guardará essa experiência, como uma bela e satisfatória lembrança na sua memória.

E aí? Pronto para viajar sozinho? Então nos conte, o que não pode faltar na sua primeira viagem só?

Você também pode gostar

Deixe um comentário

× Como posso te ajudar?